Manifesto de Indignação ( Paradoxon Produções )

Pois é , meus amigos isto de ser artista têm as suas consequências , ou melhor não acontece nada !!!!!
A Paradoxon Produções nasceu da vontade de jovens nascidos e criados no Algarve de em primeiro lugar fomentar a criação na área do cinema , do vídeo , as curtas metragens , unidos pelo gosto pela 7ª Arte!
No ambiente que nos envolvia , este algarve cheio de betão , turistas , oportunistas , e outros , a não existência na região de um grupo de pessoas que realmente se juntassem para começarem a trabalhar numa área a do cinema somente explorada pelos cineclubes de faro , de olhão e de tavira , mas no caso dos cineclubes no âmbito de divulgar o cinema , não na área da produção!
O Algarve sendo uma região em nossa opinião nula de cultura e de eventos culturais , foi nosso intuito também fomentar esse gosto pelo cinema , implementando mostras de cinema locais amadoras , e posteriromente a extensão de alguns festivais de cinema para a nossa região , nomeadamente em Lagos , a titulo de exemplo tivemos a extensão do Videolab Coimbra , tivemos o Videolab Lagos , a extensão do festival Black&White , festival de cinema em Super 8mm , entre outros.
Ao longo deste anos de existência fomos adquirindo como é óbvio mais experiência no que diz respeito á produção dos nossos filmes , e isso têm-se repercutido na obtenção de prémios com as nossas curtas , e na selecção para os festivais de cinema no nosso país , e muito recentemente a nossa primeira selecção para um festival fora de Portugal , em França.
Tudo isto foi conseguido com grande sacríficio e nunca de baixar os braços por qualquer motivo de ordem extra-terrestre , ou de qualquer dor de cotovelo de alguém que nos atormentasse , seguimos o nosso caminho , olhando para a frente sem nos desviarmos dos nossos objectivos , o cinema , as curtas metragens!!!!!
Quando a região estava estagnada de cultura , de um fracasso da capital da cultura , uma região que somente olha para o turismo , e trata muito mal os seus artistas , quando falamos em artistas são aqueles Artistas nascidos , criados e que vivem no Algarve , não aqueles que cá cairam do céu , esses que obtéem os tais subsidios para os seus caprichos!!!!!!!
Nunca foi nossa política pedinchar qualquer coisa , dinheiro , ou outros meios para as nossas produções , a Paradoxon Produções é independente de tudo isso , é independente do poder político e cultural da região , a Paradoxon Produções existe para o cinema , e não para o protagonismo!!!!!
Mas como nem tudo são rosas , e as rosas têm espinhos que nos picam , sentimos na obrigação de manifestar a nossa mais profunda indignação e falta de consideração e respeito que todos os orgãos de comunicação social regionais do algarve!!!!
Não existiu uma única frase , uma única linha a nosso respeito a quando da entrevista ao programa Fotograma da RTPN , nada , nem um suspiro , o que apareceu na imprensa regional algarvio foram notcias de elevado conceito cultural : o acordeonista , a exposição de um estrangeiro qualquer, a apanha da alforroba , etc,etc,etc....
Estas são as notícias que realmente interessam , porque falar de cultura , mostras os jovens artistas algarvios , divulgá-los , isso não interessa a ninguém , o que interessa é isto que referi atrás , as coisinhas mundanas de uma região de costas voltadas para com os seus artistas!!!!!!
Queremos frisar que nunca procuramos o protagonismo , mas ficarmos calados é que não , depois também é de frisar se aparecemos no Programa Fotograma da RTPN , é porque de facto temos qualidade e somos importantes para sermos divulgados pelo programa como jovens cineastas independentes , fica a questão no ar para um qualquer jornalista regional algarvio que responda!!!!!!!

A Direcção
Paradoxon Produções

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O Discurso cartaz oficial

O Discurso rodagem em São Brás de Alportel

O Discurso Ante Estreia Nacional