paradoxon logo flash

O Discurso

segunda-feira, agosto 10, 2009

Raul Solnado - Uma Balada na Praia dos Cães





Eu não era para falar sobre o desaparecimento de Raul Solnado , mas tenho um defeito não consigo ficar calado!!!!
Depois de pesquisar pela net cheguei a um beco sem saída !!!!
Não existe qualquer referência em sites públicos ( do Estado ) sobre o desaparecimento físico de Solnado!
Nem no site Min.da Cultura, no Icam , na Cinemateca , pelo que consegui pesquisar não existe qualquer referência sobre a sua morte!!!!
Estranho no mínimo , acho eu !!!! E o mais estranho foi o Min.dos Negócios Estrangeiros ter representado o governo , porque será????
O Ministro da Cultura deve ter a sua agenda preenchida com os eventos cor de rosa , porque não foi o ministro da cultura? porque não foi a secretária de estado da cultura? porque não compareceu alguém do gabinete do ministro???
Assim vê-se claramente como vai a nossa cultura snob , com um ministro snob , nas festinhas cor de rosa e um gabinete completamente a leste da cultura!!
Agora vamos ver se Solnado têm direito por direito próprio a um lugar no Panteão Nacional , ou se calhar é preciso fazer um referendo !!!!!!
Enfim , que descanse em paz e Faz o Favor de Continuar Feliz!!!!!

Fica aqui uma breve sinopse do grande filme de José Fonseca e Costa A Balada da Praia dos Cães uma adaptação do conto de José Cardoso Pires num dos memoráveis papéis de Solnado tenham em atenção aos prémios que o filme obteve , se isto não é merecedor não sei o que será!!!!

A Balada da Praia dos Cães
de José Fonseca e Costa


com Patrick Bauchau – voz: Mário Viegas (Capitão Dantas), Assumpta Serna – voz: Paula Guedes (Mena de Ataíde), Raul Solnado (Inspector Elias), Sergi Matteu – voz: José Jorge Duarte (Arquitecto Fontenova), Carmen Dolores (D. Otília de Ataíde), Pedro Efe (Cabo Barroca), Mario Pardo – voz: António Feio (Roque) e Henrique Viana (Otero).

Sinopse:

Em Portugal, no início dos anos 60, aparece na Praia dos Cães o cadáver de um homem brutalmente assassinado. Posteriormente é identificado como sendo o capitâo Luís Dantas, um revolucionário evadido, juntamente com outros, da prisão militar do Forte de Elvas.

O inspector Elias, um homem solitário, crê que pode tratar-se de um ajuste de contas por questões políticas. À medida que avançam as investigações. Elias vai construindo uma violenta relação amorosa entre uma bela jovem, Mena, e os foragidos.

Observações:

Adaptação do romance homónimo da autoria de José Cardoso Pires. Estreou comercialmente nos cinemas Castil, Nimas e Star, em 12 de Março de 1987.

""Balada da Praia dos Cães" é um filme que há que realçar pelo extremo apuro profissional do que lá ocorre (fotografia, cenografia, actores, realização). (...) É o melhor que a vertente "industrial" do cinema português produziu nos últimos anos."

Jorge Leitão de Ramos, in Dicionário do Cinema Português, ed. Caminho.

Prémios e Festivais:

Pémio da Melhor Interpretação Feminina - Assumpta Serna, no Imagific, Madrid, em 1987

Grande Prémio do IPC-Instituto Português de Cinema em 1987

Se7es de Ouro à Melhor Realização, Melhor Fotografia - Acácio de Almeida,MELHOR INTERPRETAÇÃO MASCULINA - RAUL SOLNADO (considerado, pela crítica em geral, como o melhor trabalho deste actor no cinema), e Melhor Interpretação Feminina - Carmen Dolores

2 comentários:

filomeno2006 disse...

R.I.P. el Gran Raúl Solnado

filomeno2006 disse...

La bellísima Assumpta Serna, Facebooker.