paradoxon logo flash

O Discurso

quinta-feira, março 26, 2009

Manhã Triste/ Nota de Imprensa/Divulgação


Urbano Tavares Rodrigues



A Paradoxon Produções divulga junto de todos as incidências que dizem respeito à rodagem da curta metragem Manhã Triste.
Manhã Triste surgiu através da descoberta do livro de contos Estação Dourada da autoria do escritor português Urbano Tavares , livro este que obteve o muito importante prémio literário Camilo Castelo Branco.
Na altura depois de finalizada a curta metragem Insónia , e da sua obtenção do maior prémio atribuído a uma curta metragem produzida pela Paradoxon , o de Melhor Filme Nacional no Festival Internacional de Cinema de Arouca 2008 e de tudo o que nos aconteceu nessa altura , e ainda contínua a acontecer(entrevistas,etc...reconhecimento..) , colocou-se uma questão gritante no nosso próximo filme , pois tinha de ser um filme que nos levasse a um patamar mais elevado e sobretudo na nossa própria concepção enquanto produtora e cineastas.
Pensámos que tinhamos de realizar um filme importante que transportasse a Paradoxon Produções para um reconhecimento mais visível tanto na região algarvia onde somos oriundos tanto no panorama do cinema português.
Eis , que surge o pequeno conto Manhã Triste , que a sua adaptação começou a ser desenvolvida por Hernâni Duarte Maria no verão de 2008.
No início tinhamos programado que começariamos a rodagem em Novembro desse ano,mas devido a contratempos fomos adiando.
Também outro aspecto importante foi , o do actor principal , Ricardo Viana já tinha demonstrado que gostaria de fazer um filme connosco, e como estava prometido foi escolhido,embora tenha esperado para esse efeito , uns 2 ou mais anos se não me falha a memória.
A actriz principal teria que ser como era óbvio Joana Oliveira, com 2 filmes protagonizados , foi sempre a escolha inicial , e como tal achamos que tanto a Joana como o Ricardo seriam os actores ideias para representarem os papéis principais no nosso próximo filme , e também porque já tinham trabalhado ambos em teatro , e pensamos logo que iria existir logo a química necessária para este filme.
Elaboramos um pequeno e único teaser que divulgamos na net , e um cartaz também , mas entretanto a rodagem continuava a ser adiada.
Eis que surge uma notícia acerca de nós no site da Academia Real de Ciências de Lisboa , orgão de extrema importância na cultura portuguesa , destacando o nosso prémio no Arouca Film Festival , e referindo que um conto de Urbano Tavares Rodrigues iria ser adaptado ao cinema.
Claro que entramos em pânico pois não tinhamos sido nós a divulgar a notícia junto da Academia.
Talvez devido a um erro de cálculo e precipitação da nossa parte tal aconteceeu, resolvemos entrar em contacto com o próprio escritor para lhe pedir a cedência dos direitos de autor sem nenhuma presunção da nossa parte , somente com o objectivo de realizar este baseado num conto por ele escrito.
E , eis que o próprio escritor , sim Urbano Tavares Rodrigues liga-nos , coisa que não estávamos à espera , e com a sua amabilidade e sobretudo grandeza nos cedeu os DIREITOS DE AUTOR DO CONTO MANHÃ TRISTE E A SUA ADAPTAÇÃO AO CINEMA PELA PARADOXON PRODUÇÕES.
Pois nós nem queríamos acreditar que nos estava a acontecer tal coisa , nós uma pequena produtora independente do algarve sem qualquer apoio financeiro tinhamos conseguido tal feito.
Começámos logo a delinear o nosso plano de acção e rodagem do filme , e eis que nos surge o convite do DVDR CLUBE de Faro em nos apoiar na curta metragem Manhã Triste , outra coisa que também não estavamos à espera.
Depois muitas peripécias de adiamentos e atrasos , conseguimos preparar tudo para o início da rodagem do filme , reunimos como sempre a equipa que compõe a Paradoxon Produções e convidámos como sempre o fazemos alguns amigos para participarem na produção do filme , e finalmente conseguimos reunir toda a equipa técnica para o ínicio da rodagem de Manhã Triste.
A rodagem iniciou-se em Lagos em Fevereiro , o local das filmagens dividiram-se em dois locais distintos , os exteriores feitos na cidade de Lagos , e os interiores que conseguimos arranjar exactamente aquilo que procurávamos através de Lena prima de Joana Oliveira que gentilmente nos cedeu a sua casa para a rodagem do filme.
Pelo meio temos também um dia de ensaio geral somente com os realizadores e os actores,ensaio esse que serviu para nós vermos o ambiente e sobretudo acertar logo os planos e toda a parte técnica do filme , como também os dois actores a contracenarem em ambiente descontraído , dando-nos ideias para a rodagem do filme , gravamos tudo o que nos ajudou imenso,estas imagens serão incluida nos making off como também todas as fotos da rodagem do filme.
E Manhã Triste tomou forma , a rodagem iniciou-se em fevereiro e contínua ainda , estamos a prever que possivelmente concluiremos a rodagem em abril , mas ainda sem certezas.
O que nos apraz dizer neste extenso post , é agradecer ao escritor
URBANO TAVARES RODRIGUES a sua amabilidade , grandeza, e humanidade em nos ter cedido os direitos de autor do seu conto , o nosso BEM HAJA E MUITO OBRIGADO URBANO.
E desejámos que quando o filme estiver concluído estarmos todos juntos para o divulgarmos e exibirmos junto do público.
Agradecemos também a Lena nos ter cedido gentilmente a sua casa e o seu belo quarto para a rodagem de Manhã Triste.
Eu , em meu nome pessoal agradeço a todos os que estão a participar na rodagem do filme , e também ao apoio concedido pelo DVDR Clube de Faro.

Para terminar este longo post a Paradoxon Produções agradece a todos os que nos têm contactado com palavras de apoio e incentivo na rodagem deste filme , e também aos demais agentes culturais que nos têm ajudado na divulgação do filme na imprensa regional e nacional.

O nosso MUITO OBRIGADO:

Paradoxon Produções
Hernâni Duarte Maria
Joana Oliveira
Pedro Noel da Luz


Manhã Triste

Um conto de Urbano Tavares Rodrigues

Paradoxon Produções 2009

Hernâni Duarte Maria
Pedro Noel da Luz
Joana Oliveira
Ricardo Viana
João Soares
Inês Santos
Marta Costa
João Guerreiro
Pedro Johannes du Buff

Apoio
Dvd R Clube Faro-Algarve

Sem comentários: